Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

A primeira parte do último filme da trilogia Jogos Vorazes chegou essa semana nos cinemas brasileiros e é de deixar os fãs presos na cadeira, prendendo a respiração. Diferente dos outros dois filmes da saga, nesse Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) não tem que participar de jogos, mas enfrenta batalhas até mais difíceis.

Após ser resgatada do Massacre Quaternário, Katniss agora vive nas profundezas do Distrito 13. Confusa e com medo do que o presidente Snow (Donald Sutherland) pode fazer contra as pessoas que ama, ela assume o papel do tordo, o símbolo da resistência para mobilizar a população contra a Capital.

O filme mais aguardado do ano fez jus à espera em minha opinião.  É bem diferente dos dois primeiros e Katniss, como sempre teimosa, aparece mais como uma mulher que precisa proteger a todos. Muita ação e explosões durante todo o filme. Assim como em “A Culpa é das Estrelas” algumas menininhas suspirando pelo Peeta (Josh Hutcherson), eu continuo preferindo Gale (Liam Hemsworth).

Quem não acompanhou a série até então, recomendo assistir já os dois anteriores e correr para o cinema porque é muito bom. Sou apaixonada por séries e essa é uma das minhas favoritas. Quem não leu os livros, que são da escritora Suzanne Collins, pode correr para livraria, você não vai conseguir largar.

Ah só mais uma coisinha: prepare-se para ficar cantando a música “The Hanging Tree” (ou “A Árvore forca” para quem gosta de traduções)! Eu assisti na quarta-feira (19/11 – *meu niver :)) e estou cantando até hoje!

Anúncios