Imagem: banco de imagens
Imagem: banco de imagens

Eu acho que nós devemos lembrar das coisas ruins que vivemos. Calma, eu explico! Ultimamente tenho feito isso porque te faz perceber como era ruim e como agora está bom, mesmo que não esteja perfeito.

Não estou dizendo que é pra você deitar na cama e chorar igual uma pata (o) “por que isso aconteceu comigo?” e blá blá blá. Vou tentar explicar. Funciona mais ou menos assim: você está fazendo uma coisa de que goste, tenho vários exemplos, mas vou usar o que para mim é o que faz mais efeito, acordar cedo, aí você lembra “nossa como era ruim, detestável, cruel, quando eu era obrigada a levantar tal hora! Obrigada Deus, está muito bom agora!”. Entendeu? Traz a ruim, para ver como agora está melhor, o processo pra mim já está meio automático.

Funciona para quase tudo, como fim de relacionamentos, troca de trabalho, de casa (me encaixo em todas as categorias! Kkkkk). Mas, por favor, não tente com coisas que você não pode mudar, como por exemplo, se você perdeu alguém querido.

Tem um efeito muito legal, mesmo que você ainda não tenha alcançado tudo que almeja porque você consegue perceber que deixou muita coisa que estava te fazendo mal para traz. Dá uma esperança, certeza de que as coisas não vão ser ruins para sempre. Como diria meu amigo Boxo Vox “It is a cliche but it’s true.”

Anúncios